Universitária de 21 anos morreu de Covid sem saber da morte do pai pela doença, diz irmão

Adalto e Renata Satim, pai e filha de Jales (SP), não tinham fatores de risco, foram internados e morreram após o diagnóstico do coronavírus.

universitária de 21 anos que morreu por Covid-19 não soube da morte do pai pela mesma doença, de acordo com o irmão de Renata Satim. Ela estava internada em Jales (SP) e não resistiu ao coronavírus no sábado (20).

Ao G1, Renan Satim contou que o pai, de 52 anos, foi diagnosticado com a doença, ficou internado por seis dias e morreu no dia 3 de março. Já no dia 4 de março, a universitária também foi internada e morreu após cerca de 25 dias.

“Um não soube da morte do outro, não teve como, infelizmente. Eles não tinham outras doenças, eram saudáveis. É muito triste, parece até mentira.”

De acordo com Renan, eles não tinham fatores de risco para o coronavírus e eram considerados saudáveis. Após a morte de pai e filha, parentes e amigos fizeram publicações e lamentaram nas redes sociais.

“Não consigo acreditar que você se foi, amiga. Tão linda, sempre sorrindo e contagiando a todos com a sua alegria. Vai deixar saudades”, escreveu uma amiga de Renata na internet.

Já uma prima de Renata publicou sobre a morte dela e do tio. “Que Deus te acolha em sua infinita misericórdia. Uma tristeza enorme para a minha família.”

Nas redes sociais, a Unijales também lamentou a perda da aluna do curso de estética e cosmética.

“Com pesar e muita tristeza que a Unijales lamenta o falecimento da aluna do curso de Estética e Cosmética, Renata Satim, vítima da Covid-19. Nossos mais profundos sentimentos aos familiares e amigos”, escreveu.

Segundo o último boletim da prefeitura de sexta-feira, a cidade tem 4.537 casos confirmados e 130 óbitos pela doença.

g1

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password