Serviço Social da Santa Casa expande horário de atendimento 

Hospital possui sete profissionais, que atendem todos os dias, das 7 à meia-noite.

Prestar atendimento de forma humanizada e educativa, com orientação e encaminhamento para os cuidados com a saúde e continuidade do tratamento, tornando pacientes, familiares e colaboradores conscientes das suas responsabilidades, capacidades, direitos e atitudes. Esta é a missão do Serviço Social da Santa Casa de Votuporanga, que faz a diferença efetiva na assistência.

A Instituição contratou recentemente duas profissionais, a fim de estender seu horário de atendimento. O setor funciona agora todos os dias, inclusive de feriados, das 7 à meia-noite, democratizando as informações disponíveis no âmbito hospitalar de forma a garantir o acesso aos serviços oferecidos com resolutividade das situações sociais que interferem no processo saúde-doença.

Juliana Novo das Flores era colaboradora da recepção do convênio da Santa Casa, quando ganhou a oportunidade de atuar no Serviço Social. Seu turno é das 19 à meia-noite. “Já trabalhei na Prefeitura, mas em ambiente hospitalar, como assistente social, foi a primeira vez. Conhecer a rotina da Instituição me auxiliou nesta adaptação, em como acolher e orientar”, disse.

Isadora Caroline Fernandes Rodrigues também é a mais recente contratada, nos horários das 13h30 às 18h30. “Fiz estágio na Entidade entre os anos de 2016 e 2017. Após este período, trabalhei em um hospital em São José do Rio Preto, quando surgiu oportunidade de voltar para Votuporanga. Atuar na área de saúde é desafiante, estamos à frente de demandas de emergência, acolhendo e orientando as famílias e pacientes, de modo com que proporcione melhores condições de esclarecimento, bem-estar e consciência de seus direitos”, afirmou.

As duas compõem o quadro de sete profissionais. São elas: Mariana Dezan dos Santos, Viviane da Cunha Silva DevolioGrazieli Donizete dos Santos PaschoalimTiciane Carla Luiz Camilo (coordenadora) e Daianne Elias.

Ticiane ressaltou a importância do setor. “As pessoas podem nos procurar sempre que houver um contexto de dúvidas em relação ao processo saúde e doença do paciente e de Direitos das Políticas Públicas. A humanização nos atendimentos é primordial uma vez que, o profissional irá acolher e oferecer uma escuta qualificada com o intuito de conhecer o assistido além da sua enfermidade, ou seja, é visto na sua integralidade, fortalecendo o vínculo entre colaboradores, paciente e seus familiares”, afirmou.

O paciente pode solicitar a presença da assistente social no leito para qualquer profissional da equipe multiprofissional ou seu familiar pode procurar nosso atendimento pessoalmente na sala do Serviço Social localizada na recepção do Pronto Socorro.  “Nossa assistência é para Sistema Único de Saúde (SUS), convênios e particulares”, complementou.

O provedor da Santa Casa, Luiz Fernando Góes Liévana, enalteceu as profissionais. “O Serviço Social atende com escuta qualificada, ambientação e respeito às diferenças e necessidades apresentadas por cada pessoa, seja ela paciente, familiar, cuidador ou acompanhante. Tem como objetivo fundamental desenvolver ações respeitosas e humanizadas e este novo horário de funcionamento veio somar ainda mais com nossa assistência, de forma com que os usuários recebam acolhimento em qualquer dia”, concluiu. 

0 Comentários

    Deixe um Comentário

    Login

    Bem vindo! Faça login na sua conta

    Lembre de mimPerdeu sua senha?

    Lost Password