Pinschers são negociados pelo whatsapp e roubados em Votuporanga 

“Emboscada” foi montada em uma casa na rua Antônio Pinattino bairro Jardim Belo Horizonte II; caso segue sob investigação policial. 

No início da tarde de ontem (30), um casal que é proprietário de um canil em Santa Fé do Sul/SP, procurou à Central de Flagrantes de Votuporanga/SP após de acordo com os registros policiais, terem sido atraídos para uma “emboscada”, em uma casa, no bairro Jardim Belo Horizonte II e lá tiveram três cães pinschers, “zero”, machos, de cor caramelo, roubados. 

Na Delegacia de Polícia, às vítimas contaram que durante à sexta-feira (29), foram procurados via aplicativo whatsapp, por uma pessoa de nome “Priscila”, que residia em Votuporanga e tinha interesse em adquirir um dos filhotes de cachorro, que o casal estava ofertando. 

Após as tratativas pela rede social, ficou combinado de que a tal cliente compraria um dos animais por R$ 450,00, no entanto, as vítimas teriam de trazê-lo até uma casa, na rua Antônio Pinatti, nesta cidade. E como Priscila tinha visto nas fotos trocadas durante à negociação três cãezinhos, pediu para que trouxessem todos e ela escolheria pessoalmente.   

No entanto, de acordo com o boletim de ocorrência, quando chegaram no suposto ponto de encontro, Priscila não estava e, sim um homem que supostamente seria namorado dela. Ele recebeu o casal comerciante e pediu para ver os animais que estavam em uma caixa de transporte específica, momento em que avisou que pagaria com um cheque. 

Imediatamente, o casal informou que não aceitava cheque, que não era esse o combinado. Entretanto, chegou um segundo homem, em uma motocicleta Honda/FAN, de cor branca e, em tom de ameaça teria afirmado, “você vai receber o cheque sim, senão você vai ver o que vai acontecer”. 

Nesse momento, o filho do casal, uma criança de 8 anos, foi pegar os cãezinhos e foi empurrado pelo segundo homem, enquanto o suposto namorado saiu correndo pela rua com a caixa de filhotes. Então, vendedora tentou correr atrás do ladrão, a pé, mas foi segurada pelo braço fortemente pelo comparsa, até que conseguiu se desvencilhar e continuar a perseguição. 

Enquanto isso, o comparsa pegou sua moto e acompanhou o suposto namorado de Priscila, efetivando a fuga, tomando rumo ignorado, levando os animais. O caso foi registrado e segue sob investigação policial. 

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password

Você não pode copiar o conteúdo desta página