Em reconstituição do crime, síndico que agrediu advogado em Rio Preto alega legítima defesa