Final de ano: use máscara, não participe de aglomerações, respeite as leis de trânsito e a vida

Nosso país enfrenta um crescimento exponencial de casos de covid-19 e a orientação dos órgãos de saúde é que confraternizações e aglomerações sejam evitadas, além da manutenção de todos os cuidados, como lavar as mãos, usar álcool em gel e, sempre, máscaras de proteção. Mas, para aqueles que precisam enfrentar as estradas e viajar, é importante também redobrar a atenção para que o esperado descanso não termine em mais dor de cabeça.

Polícia Rodoviária Federal recomenda algumas precauções e cuidados para essas épocas de maior movimentação nas estradas.

1. Faça a revisão do veículo: ainda que o carro não tenha nenhum problema e tudo esteja funcionando normalmente, o tempo em que o carro é exigido numa viagem é muito maior do que o habitual dentro da cidade (e talvez o seu esteja parado há muito meses nessa pandemia) e é aí que alguns problemas “ocultos” podem aparecer. Além de manutenções preventivas e checagem de itens críticos, conferir as lâmpadas, o rodízio dos pneus e o alinhamento e o balanceamento ajudam a deixar a viagem mais confortável e segura para todos. Lembre-se também que o kit de segurança (estepe, macaco, triângulo e chave de roda) além de essencial em caso de pane, também é obrigatório por lei. Confira também a documentação.

2. Durma bem: além do veículo, o condutor também precisa estar em boas condições. Por isso, durma bem no dia anterior à viagem e nunca dirija com sono. Programe paradas para descanso, principalmente à noite.

3. Cinto de segurança sempre!: o condutor é responsável por todos que estão no veículo. Todos os ocupantes devem usar o cinto de segurança e as crianças devem estar em assentos especiais (cadeirinhas e assentos de elevação).

4. Paciência: fique atento às condições de ultrapassagem. Na dúvida, não ultrapasse e só o faça nos trechos permitidos. As maiores tragédias das rodovias são decorrentes de ultrapassagens malsucedidas.

5. Se beber não dirija!: Jamais dirija após ingerir bebida alcoólica e nunca aceite carona de condutor alcoolizado.

6. Respeite os limites de velocidade: o excesso de velocidade é o principal fator contribuinte para acidentes, bem como, é a variável que mais faz aumentar a gravidade das lesões e mortes no trânsito.

            Historicamente, vítimas de acidentes de trânsito ocupam 60% das UTIs no Brasil e 30% do total de leitos hospitalares. “A alta velocidade é um dos fatores que mais agravam as ocorrências, pois, potencializa os riscos da perda de controle do veículo, reduz o tempo de reação do motorista e aumenta a distância até a frenagem. As ultrapassagens proibidas engrossam as estatísticas de colisões frontais, as que mais causam óbitos. Num momento em que o mundo inteiro sofre com a pandemia e as notícias de colapso dos sistemas de saúde infelizmente fazem parte da rotina de todos, é mais essencial do que nunca respeitar as leis de trânsito”, comenta o diretor e especialista em trânsito da Perkons, Luiz Gustavo Campos. Chegar ao destino, aproveitar o feriado e voltar para casa em segurança é o que todo mundo deseja quando planeja pegar a estrada, por isso, dirija com responsabilidade.

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password