Filho morre no mesmo dia que o pai e corpos serão velados juntos 

Sandromar Bertolini, saiu de casa para tentar esquecer o falecimento do pai e foi atropelado ao atravessar rodovia de Sertãozinho/SP para buscar combustível para o carro. 

Na noite de ontem (27), o mestre de obras Sandromar Bertolini, de 40 anos, morreu atropelado por um carro na rodovia Armando de Salles Oliveira (SP-322), em Sertãozinho/SP, horas depois do falecimento do pai, de 76 anos, por problemas de saúde.   

A família, que é de Pontal/SP, aguardava nesta quinta-feira (28) pela liberação dos corpos de pai e filho do IML (Instituto Médico Legal) de Ribeirão Preto/SP para realizar o velório de ambos.  

Segundo a Polícia Militar Rodoviária, Bertolini atravessava a rodovia quando foi atingido por um GM/Classic. O motorista do carro não se feriu.   

O sobrinho da vítima, Antônio Valter Júnior, de 36 anos, disse à imprensa que o tio estava consternado com a morte do pai e pediu para dar uma volta de carro. Ao retornar para Pontal, o veículo parou e Bertolini foi buscar combustível em um posto no outro lado da via.   

O estabelecimento já estaria fechado, conforme relato do sobrinho, e ele foi atingido pelo Classic quando voltava para o carro onde o sobrinho o esperava.  

O motorista do Classic realizou o teste do bafômetro e não foi constatada embriaguez, segundo a Polícia Rodoviária. As causas do atropelamento, contudo, devem ser apuradas pela Polícia Civil de Sertãozinho. 

A previsão é que o velório de pai e filho seja realizado na tarde desta quinta, no Velório de Pontal. O sepultamento dos dois corpos deve ocorrer no cemitério da cidade. 

FOTO: Reprodução | Weber Sian 

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password