Votuporanga recebe o programa Viagem Literária

No mês da Consciência Negra, formação para professores da rede municipal tratou sobre poesia e cultura negra

A Biblioteca Municipal “Castro Alves”, da Secretaria da Cultura e Turismo de Votuporanga, foi selecionada e sediou mais uma edição da Viagem Literária, na última segunda-feira (9/11), em dois horários, às 14h30 (oficina) e 19h (bate-papo). Em função da pandemia do novo Coronavírus (Covid-19), o evento de formação foi fechado para 30 professores da rede municipal.

Esta é a 6ª vez que a cidade recebe o programa da Secretaria de Estado da Cultura e Economia Criativa, por meio da Unidade de Difusão Cultural, Bibliotecas e Leitura. O programa é finalista do 62º Prêmio Jabuti, na categoria Fomento à Leitura, dentro do eixo Inovação.

Em um ano atípico, marcado por um longo período de confinamento para o combate da pandemia, a 13º Viagem Literária mantém sua missão de levar uma programação cultural de qualidade para as bibliotecas do Estado de São Paulo. O primeiro módulo, “Poesia: Oficinas e bate-papos com escritores”, percorrerá em novembro 62 bibliotecas de 61 cidades, incluindo a capital paulista. A poesia, que está entre as formas literárias mais experimentadas por autores iniciantes e escritores consagrados, será objeto de debates com artistas que encontraram nos versos suas identidades.

Quem ministrou o encontro em Votuporanga foi a poeta e professora, Ryane Leão, que vive em São Paulo. A autora falou sobre poesia, literatura e cultura negra. Seus livros “Tudo nela brilha e queima” e “Jamais peço desculpas por me derramar” já fazem parte do acervo da Biblioteca Municipal “Castro Alves”.

Ryane publica seus escritos na página “Onde jazz meu coração” e recita seus poemas nos saraus e slams do Brasil. É fundadora da Odara English School for Black Girls, escola de inglês afrocentrada para mulheres negras, que hoje conta com mais de 300 alunas.

Votuporanga também comemora o fato de ter sido a única cidade da região com representatividade no grupo de governança do Sistema Estadual de Bibliotecas Públicas de São Paulo (SisEB), do Governo do Estado, que durante todo este ano discutiu o planejamento para o setor de leitura e bibliotecas em 2021.

 

Viagem Literária

Finalista na categoria Fomento à Leitura do 62º Prêmio Jabuti, o Viagem Literária é um programa dedicado ao estímulo à leitura e à valorização das bibliotecas públicas. Foi lançado em 2008 e, a cada temporada, circula por dezenas de cidades da região metropolitana, do interior e do litoral do Estado de São Paulo, levando contadores de histórias e escritores para palestras e bate-papos. O programa visa incentivar a produção literária, promover diálogos e dinamizar a programação cultural das bibliotecas públicas municipais.

Desde que o programa começou, em 2008, foram percorridos 218 municípios paulistas, com 207 convidados, atingindo a um total de mais de 340 mil pessoas. Foram bate-papos, oficinas, rodas de contação de histórias e outros eventos que fizeram conhecimento circular no Estado de São Paulo.

O segundo módulo desta edição, “Contação de Histórias: Contos Populares”, que acontece em março de 2021, também percorrerá as 61 cidades contempladas.

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password