Vaca leiteira “adota” cabrita rejeitada pela mãe 

Animal se amamenta de uma vaca que também vive em uma fazenda, em Itapetininga/SP. De acordo com o veterinário Rodrigo Grandini, o animal associou a retirada de leite com a mãe. 

Uma adoção no mundo animal vem despertando a atenção da mídia no interior de São Paulo, a história começa com o nascimento de Ritinha, uma cabritinha que foi rejeitada pela mãe ao nascer, logo em seguida foi adotada por uma vaca leiteira. Tudo isso se passa na fazenda de dona Maria das Dores Souza, em Itapetininga/SP. 

“- Peguei ela para cuidar bem novinha e no início dava mamadeira para ela, porque não tínhamos outra para amamentá-la. Então, fazia mamadeira direto para ela”, conta dona Maria. 

Mas a adoção da vaca leiteira que surpreendeu todos, foi de repente, segundo ela. “- Um dia estava tirando leite, quando a Ritinha veio atrás de mim. Do nada ela correu e foi até a vaca. E a vaca não rejeitou. Agora, toda manhã ela vem mamar. Aprendeu sozinha e nem quer mais saber da mamadeira”, conta. 

De acordo com o veterinário Rodrigo Grandini, o animal associou a retirada de leite com a mãe. “- Vários animais que são abandonados pela mãe ou que acabam perdendo a mãe cedo, acaba associando o hábito dos proprietários tirando o leite com a amamentação. Então, acabam associando e aprendendo. Para um animal que não tem um leite, é melhor ter um leite diferente do que nenhum leite”, conta. 

Para Maria, a Ritinha já é parte da família. “- Achei muito interessante ela mamar da vaca. E a Ritinha já minha filha. Não me larga. Onde eu vou ela vai junto”, ressalta. 

0 Comentários

Deixe um Comentário

quatro × 5 =

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password