UNIPEC recruta participantes para pesquisa

Estudo de Diabetes envolve crianças e adolescentes de 10 a 17 anos com Diabetes tipo II. 

A Unidade de Pesquisa Clínica da Santa Casa de Votuporanga (UNIPEC) tem por finalidade agregar valor à atividade assistencial, apoiar, organizar e monitorar os estudos no âmbito do Hospital. Os resultados se refletem em benefícios no atendimento, sob a forma de desenvolvimento e avanços tecnológicos. 

A Instituição está recrutando participantes para o estudo de Diabetes, selecionando crianças e adolescentes de 10 a 17 anos com Diabetes tipo II. O intuito é mostrar que o medicamento em investigação funciona de maneira segura e efetiva no controle dos níveis de açúcar no sangue em crianças e adolescentes. 

A medicação em estudo já é aprovada por agências regulatórias de diversas regiões do mundo, inclusive no Brasil, para tratamento nos adultos, porém é considerada em investigação porque não foi avaliada em crianças e adolescentes. 

A coordenadora da Unidade, Renée Amorim, explicou que está em busca de participantes com esse perfil. “O acompanhamento é realizado pelos médicos que fazem parte da UNIPEC e são de acordo com o protocolo do estudo. Participar de pesquisa é muito seguro e traz benefícios para a sociedade. Temos no Brasil a legislação que protege o participante e todo estudo que envolve o ser humano precisa ser aprovado pelo sistema CEP-CONEP. No Brasil, temos a 466/12 e no mundo as Boas Práticas Clínicas (GCP), que garantem ao sujeito a autonomia, não maleficência, beneficência, justiça e equidade, assegurando os direitos e deveres.”, afirmou. 

A incidência de crianças e adolescentes acima do peso ou obesos vem crescendo rapidamente. Na última década, um terço das crianças norte-americanas foram diagnosticadas com sobrepeso e 17%, como obesas. Na América Latina, uma em cada cinco está acima do peso. No Brasil, observa-se uma disseminação da obesidade em todas as faixas etárias – mas com um especial e nada positivo destaque para os menores de 18 anos. “A obesidade, junto com o sedentarismo e alimentação inadequada é uma das causas do aumento da doença”, explicou o pediatra e investigador principal do estudo Victor Hugo Chiquetto Faria. 

Diversas doenças crônicas são associadas à obesidade, como infarto agudo do miocárdio, hipertensão arterial, trombose, enfermidades autoimunes, alterações de crescimento e desenvolvimento e até mesmo o câncer.  O provedor da Santa Casa, Luiz Fernando Góes Liévana, destacou o trabalho da Unidade de Pesquisa, que coloca a Instituição em evidência no Brasil. “Desenvolvemos estudos em diversas áreas, visando sempre contribuir na qualidade assistencial, incorporação de novas tecnologias e na promoção e acesso à medicina mais atual, com foco na segurança dos nossos pacientes. Nesta pesquisa, queremos dar nossa contribuição ao tratamento de Diabetes tipo II, especialmente em crianças e adolescentes, que têm sido cada vez mais acometidas com a doença”, ressaltou. 

Os interessados em participar devem procurar a Unidade de Pesquisa Clínica, no telefone (17) 3423-5306. 

0 Comentários

Deixe um Comentário

1 × dois =

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password