Unidade de Diálise: 29 anos de atendimento humanizado 

Médica da Santa Casa orienta sobre doenças renais e convida toda a população para a 1ª Pedalada Saúde dos Rins nesta quinta-feira. 

Há 29 anos, a Santa Casa de Votuporanga iniciava o serviço de diálise. Ao longo desta trajetória tão desafiante, a Unidade se desenvolveu e tornou-se referência em terapia renal substitutiva para 17 municípios, levando qualidade de vida para milhares de pacientes. 

O Dia Mundial do Rim, celebrado nesta quinta-feira (14), é uma ótima oportunidade de valorizar nossa equipe e colaboradores, que se dedicam a cuidar de pessoas com suas funções renais prejudicadas oferecendo a oportunidade de manterem uma vida normal, podendo praticar atividades físicas, trabalhar, viajar, etc. 

Insuficiência renal é a perda súbita da capacidade de seus rins filtrarem resíduos, sais e líquidos do sangue. Quando isso acontece, os resíduos podem chegar a níveis perigosos e afetar a composição química do seu sangue, que pode ficar fora de equilíbrio. 

Atualmente, são 206 pessoas em tratamento de Hemodiálise (realizada três vezes na semana no Hospital) e 23 em Diálise Peritoneal (feita diariamente na casa do paciente). São assistidas as cidades Valentim Gentil; Magda; Floreal; Monções; Sebastianópolis do Sul; Nhandeara; Riolândia; Cardoso; Américo de Campos; Álvares Florence; Cosmorama; Votuporanga; Parisi; Macaubal; General Salgado; Gastão Vidigal e Pontes Gestal. 

Os assistidos recebem atendimento médico, suporte assistencial, além de orientação nutricional e acompanhamento psicológico. O setor conta com equipe multidisciplinar especializada que é composta por nefrologistas, enfermagem, psicóloga, assistente administrativa, recepcionistas, nutrição e higiene/conservação. Dra. Aparecida Paula G. Visoná, Dra. Neide Oyama Tocio, Dra. Regina Silvia Chaves de Lima, Dr. Arthur Eduardo R. Sanches e Dra. Natalia Acquaroni Gondin são os profissionais médicos. 

A Dra. Paula orientou a população sobre insuficiência renal. “É uma doença acarretada por várias causas e culmina com funcionamento inadequado do órgão. O rim age como coador. O doente urina, mas está eliminando água e o pó fica no sangue”, afirmou. 

A médica ressaltou que os principais fatores de risco são a hipertensão arterial, diabetes e doenças familiares. “Obesidade, fumo, uso de medicações nefrotóxicas também podem comprometer a função renal”, complementou. 

Ela concedeu dicas para a prevenção como: ter alimentação saudável, controlar o peso e pressão arterial, não fumar, praticar atividade física frequentemente, beber água e consultar médico regularmente. 

Pedalada 

Para comemorar o Dia Mundial do Rim, a Santa Casa irá realizar 1ª Pedalada “Saúde dos Rins para todos” nesta quinta-feira. Uma equipe da Unidade de Diálise do Hospital, acompanhada de membros da Associação dos Pacientes Renais de Votuporanga (Aprevo), estará na Praça São Bento para orientações e aferição de pressão. Os alunos da Liga de Nefrologia da Unifev e os universitários de Fisioterapia também participarão da ação. 

A partir das 19h30, ocorrerá a 1ª Pedalada, com percurso de aproximadamente sete quilômetros. A saída será na Rua Itacolomi, passando pela Ruas Amazonas, Amapá, São Paulo e Governador Fernando Costa, finalizando na Praça São Bento. 

O provedor da Instituição, Luiz Fernando Góes Liévana, convidou a todos a participar. “É um programa para toda família. Queremos incentivar as práticas esportivas e nada melhor do que iniciar no Dia Mundial do Rim, com uma pedalada e muita orientação. Aproveito a data comemorativa para enfatizar todo trabalho da nossa Unidade de Diálise que nos enche de orgulho pela humanização e qualidade de sua assistência”, afirmou. 

0 Comentários

Deixe um Comentário

dois − um =

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password