Saúde confirma mais uma morte por dengue na região

A vítima, um homem de 63 anos, apresentou os primeiros sintomas de dengue no dia 3 de fevereiro, internou em um hospital e morreu no último dia 14.

homem de 63 anos, tinha doenças crônicas. Ele apresentou os primeiros sintomas de dengue no dia 3 de fevereiro deste ano, internou em um hospital e morreu no dia 14 do mesmo mês. Segundo a pasta, o primeiro exame deu reagente para dengue e a Saúde aguarda outros exames no Instituto Adolfo Lutz de São Paulo.

Ainda segundo boletim divulgado pela pasta, o número de casos de dengue aumentou na cidade. Até esta sexta, foram notificados 4.531 casos, sendo que 1.723 foram confirmados e 549 descartados. Outros 2.259 estão sendo investigados.

De acordo com a Saúde, as pessoas portadoras de alguma doença crônica, como doenças do coração, do fígado, rim, câncer, diabetes e outras, apresentam maior risco de evoluir com gravidade e óbito ao ser infectado pela dengue. A gravidade, nestes casos, está muito mais relacionada à descompensação da doença de base e não relacionada à evolução aguda da dengue.

As pessoas com doenças crônicas, no atendimento inicial com suspeita de dengue, são classificadas como um grupo especial e recebem tratamento e acompanhamento diário.

Diário da Região

0 Comentários

Deixe um Comentário

vinte + vinte =

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password