Santa Casa realiza visita técnica em setor de Cuidados Paliativos 

Fisioterapeutas da UTI Neonatal, psicóloga e enfermeira foram conhecer mais sobre o serviço. 

Cuidados Paliativos estão no foco da Santa Casa de Votuporanga. Uma equipe da Instituição realizou uma visita técnica no Hospital de Base de São José do Rio Preto para conhecer mais sobre o serviço. 

As fisioterapeutas da Unidade de Terapia Intensiva (UTI) Neonatal, CamilaChiaparini Furlan e Renata Salvino Casado Bortolozo, a psicóloga Lucilene Luiz da Silva Andrade e Clarissa Albuquerque Vaz Nunes estiveram na enfermaria, recebendo mais orientações. 

Camila explicou o motivo da visita. “A ideia surgiu do comum interesse de todas pelo tema, onde a busca era de entender e presenciar as ações da equipe nos cuidados assistenciais oferecidos para todo paciente que tenha uma doença fora da possibilidade de cura, visando melhor qualidade de vida através da prevenção e alívio do sofrimento”, contou. 

Ela destacou que a área do Intensivismo da Santa Casa é uma referência na região para tratar os doentes e familiares que estão diante de uma patologia que ameace a continuidade da vida.  “Conhecer o setor nos despertou um olhar de que o primeiro passo é ouvir o assistido, observá-lo como um indivíduo que tem uma história, uma cultura, um nível de entendimento próprio, para adequar a linguagem a seu grau de compreensão. Dignidade é a palavra mais forte com a qual consigo definir a arte do cuidado paliativo”, complementou. 

O provedor da Instituição, Luiz Fernando Góes Liévana, enalteceu a iniciativa. “Nossa missão é salvar vidas com humanização. Esta troca de experiências é muito importante e agregará ainda mais para nossa assistência, especialmente para a Unidade de Terapia Intensiva. Nossos profissionais buscam a todo momento aperfeiçoar os serviços”, finalizou. 

Os Cuidados Paliativos foram definidos pela Organização Mundial de Saúde (OMS), em 2002. Uma equipe multiprofissional e interdisciplinar composta por médicos, enfermeiros, técnicos de enfermagem, psicólogo, nutricionista, fisioterapeutas, terapeuta ocupacional e assistente social atendem os pacientes a adaptar-se às mudanças de vida impostas pela doença e promover a reflexão necessária para o enfrentamento desta condição. 

0 Comentários

Deixe um Comentário

oito + doze =

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password