Rio Preto vacina pessoas entre 45 e 49 anos com comorbidades ou deficiência a partir desta sexta-feira

Pacientes devem preencher antecipadamente o cadastro do Vacina Já e apresentar os documentos necessários; confira os locais de vacinação.

A partir desta sexta-feira (21), a campanha de vacinação contra a Covid-19 inclui pessoas entre 45 e 49 anos com comorbidades ou deficiência permanente que recebem o Benefício de Prestação Continuada (BPC) em São José do Rio Preto (SP).

Os pacientes devem preencher antecipadamente o cadastro do Vacina Já, disponível na internet.

No dia da vacina, é necessário apresentar documento de identidade com foto e CPF. Para as pessoas com deficiência permanente é necessário apresentar o comprovante de recebimento do BPC, enquanto os pacientes com comorbidades devem apresentar atestado médico.

Este grupo pode ser imunizado das 8h às 14h nas unidades de saúde não respiratórias, no Pinheirinho, no Poliesportivo Maria Lúcia, Projeto Viva Eldorado, Escolas Silvia Covas, Dr. Loft João Bassitt e Zilda Natel. Já das 8h às 17h é realizada a vacinação na Swift.

Rio Preto também imuniza pessoas com comorbidades ou com deficiência de 50 a 59 anos; transplantados imunossuprimidos; pacientes em diálise; pessoas com síndrome de down de 18 a 59 anos; gestantes e puérperas a partir de 18 anos com comorbidades; trabalhadores da educação a partir de 47 anos; idosos e a segunda dose em trabalhadores da saúde.

Todos os endereços de vacinação estão disponíveis na internet.

Confira a relação de comorbidades definidas para a vacinação:

  • Doenças cardiovasculares;
  • Insuficiência Cardíaca (IC);
  • Cor-Pulmonale (alteração no ventrículo direito) e hipertensão pulmonar;
  • Cardiopatia hipertensiva;
  • Síndromes coronarianas;
  • Valvopatias;
  • Miocardiopatias e pericardiopatias;
  • Doença da aorta, dos grandes vasos e fístulas arteriovenosas;
  • Arritmias cardíacas;
  • Cardiopatias congênitas no adulto;
  • Próteses valvares e dispositivos cardíacos implantados;
  • Diabetes mellitus;
  • Pneumopatias crônicas graves;
  • Hipertensão Arterial Resistente (HAR)
  • Hipertensão Arterial – estágio 3;
  • Hipertensão Arterial – estágios 1 e 2 com lesão e órgão-alvo e/ou comorbidade;
  • Doença cerebrovascular;
  • Doença renal crônica;
  • Imunossuprimidos (transplantados; HIV; doenças reumáticas em uso de corticoides; pessoas com câncer);
  • Anemia Falciforme e Talassemia Maior (hemoglobinopatias graves);
  • Obesidade mórbida;
  • Cirrose hepática.

Documentos para pessoas com comorbidades

Segundo a prefeitura, o Comitê Gestor de Enfrentamento ao Coronavírus verificou que mais da metade das pessoas com comorbidades entre 50 e 59 anos foram vacinadas.

Com o objetivo principal atendido, a Secretaria da Saúde passou a aceitar laudos e atestado médicos emitidos nos últimos dois anos.

Os atestados deverão conter as informações detalhadas da doença alegada, dentro das prioridades definidas pelo Ministério da Saúde. Na rede pública de saúde estão sendo utilizados os cadastros de pacientes crônicos disponíveis e informações médicas do prontuário eletrônico.

G1

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password