Psiquiatra do Sansaúde alerta para cuidado com a saúde mental

Campanha Janeiro Branco visa conscientizar sobre a importância de procurar ajuda aos primeiros sinais de que o emocional não vai bem.

Com o slogan “Quem cuida da mente, cuida da vida”, a Campanha Janeiro Branco 2020 é dedicada a colocar os temas da Saúde Mental em evidência na sociedade, chamando a atenção dos indivíduos para as necessidades e as importâncias subjetivas, mentais e emocionais dos seres humanos. O Sansaúde conversou com o médico psiquiatra Dr. Marco Aurélio Pancotti, que explicou como as pessoas podem procurar ajuda, e em que momento.

“A importância da saúde mental se dá em múltiplos aspectos na vida do indivíduo, afetando suas relações pessoas, profissionais e sua saúde física de forma geral. Quando priorizamos este aspecto estamos prevenindo problemas maiores pela frente e atingindo uma maior qualidade de vida”, contou.

Pancotti ainda destaca em quais situações a pessoa deve procurar a ajuda de um profissional de saúde. “A procura pelo médico psiquiatra deve ser feita de maneira precoce, sendo o momento exato pouco tangível, porém algumas características não devem ser ignoradas, como: humor deprimido a mais de duas semanas, prejuízo na qualidade de vida ou trabalho devido a sintomas relacionados a ansiedade, tristeza, desânimo, falta de interesse ou energia, alterações da memória, sono não reparador ou insônia, alterações da sensopercepção (exemplo: ver vultos e escutar vozes), delírios (exemplo: a ideia de estar sendo perseguido), alterações do apetite ou pensamentos relacionados a suicídio.

Dados da Organização Mundial da Saúde (OMS) revelam que o Brasil não vai bem da Saúde Mental. Os números mostram que 5,8% da população (12 milhões de pessoas) sofrem de “depressão” (maior taxa da América Latina, a 2ª maior das Américas e a 5ª do mundo). Em relação aos “transtornos de ansiedade”, o Brasil é o recordista mundial, com 9,3% da população com algum desses problemas.

“A recomendação é: procure um profissional relacionado a área como psiquiatras e psicólogos, não aguarde muito para procurar ajuda, pois estes profissionais podem trazer novos horizontes a quem está passando por algum sofrimento. E nunca se esqueça que pensamentos relacionados a suicídio se configura como uma emergência e deve ser tratado de forma aguda”, finalizou.

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password