Projeto Guri permanece com vagas abertas nos polos para 2020

Matrículas podem ser realizadas pela internet até 28 de fevereiro, conforme os dias e horários de atendimento de cada unidade.

O Projeto Guri, programa sociocultural da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado, continua a receber inscrições para mais de 30 opções de cursos gratuitos de música para crianças e adolescentes, na faixa etária entre 6 e 18 anos incompletos.

As matrículas podem ser realizadas pela internet até 28 de fevereiro, conforme os dias e horários de atendimento de cada polo, e por ordem de chegada. O Projeto Guri possui centros de educação musical nas regiões de Araçatuba, Jundiaí, Itapeva, Marília, Presidente Prudente, Ribeirão Preto, São Carlos, São José dos Campos, São José do Rio Preto, Sorocaba e no litoral do Estado.

Para realizar a matrícula, é necessário comparecer diretamente ao polo em que deseja estudar, acompanhado pelo responsável, portando os seguintes documentos: certidão de nascimento ou RG (original e cópia); comprovante de matrícula escolar e/ou declaração de frequência escolar; RG do responsável (original e cópia) e comprovante de endereço para consulta.

Oportunidade

O Projeto Guri é o maior programa sociocultural brasileiro e oferece, nos períodos de contraturno escolar, cursos de iniciação musical, luteria, canto coral, tecnologia em música, instrumentos de cordas dedilhadas, cordas friccionadas, sopros, teclados e percussão, para crianças e adolescentes entre 6 e 18 anos (até 21 anos nos Grupos de Referência e na Fundação CASA).

Não é necessário ter conhecimento prévio de música nem possuir instrumento ou realizar testes seletivos. O início das aulas ocorre de acordo com a data de matrícula de cada aluno.

“Nossa ideia é potencializar a ousadia e o exercício criativo. Queremos estimular a criação individual e coletiva dos jovens que participam do Projeto e fazê-los entrar em contato com a música de um jeito divertido”, explica Deborah Lobo, assessora de projetos especiais do Guri.

Na capital, o aluno do polo Julio Prestes João André Pereira Nunes, de 18 anos, comenta que fazer parte da iniciativa é uma oportunidade incrível na vida dos jovens. “O Guri abre muitas portas para a galera. Tem bastante entrosamento entre os professores e alunos, e eu acho isso demais”, diz. Desde o início, em 1995, o projeto já atendeu mais de 770 mil jovens na Grande São Paulo, interior e litoral.

FONTE: Informações | Portal do Governo de SP

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password