Mercado de jogos eletrônicos continua crescendo na crise e Brasil

Com a crise econômica gerada pela pandemia, quase todos os setores experimentaram quedas bruscas no faturamento. Entretanto, o movimento contrário ocorreu na indústria dos jogos eletrônicos, assim como em quase todo o setor de entretenimento. O tempo em isolamento colaborou para o sucesso de vários jogos e muitos brasileiros que nunca tinham se aventurado no mundo dos games passaram a consumir estes produtos.

Em todo o mundo, a receita do mercado de games cresceu 12% em 2020, em comparação com 2019. Foram mais de 126 bilhões de dólares (cerca de R$650 bilhões na cotação atual) em faturamento com as vendas de jogos digitais. Cabe ressaltar que estes números levam em consideração apenas as movimentações financeiras feitas para comprar jogos ou itens dentro dos jogos, e não levam em conta as competições e transmissões, que também bateram recordes.

Em relação aos e-sports, as competições de jogos eletrônicos, o crescimento foi estrondoso. Com espaço maior na mídia brasileira, os jogadores profissionais estão se tornando celebridades no país que já revela vários talentos e briga por títulos nos maiores campeonatos do mundo. Ainda antes da pandemia, a previsão da indústria era que 2021 fosse ano de recordes para o segmento, com movimentação superior a 180 bilhões de dólares no mundo – quase 1 trilhão de reais.

Não são apenas os torneios e premiações que movimentam dinheiro nos e-sports. Os streamings (transmissões ao vivo) dos jogos também se tornaram muito lucrativos, especialmente no Brasil. O segundo streamer mais assistido de todo o planeta no ano passado foi o brasileiro Alexandre Gaules , com mais de 128 milhões de horas assistidas em seu canal na plataforma Twitch, especializada neste tipo de conteúdo.

E a quantia de dinheiro movimentada no mercado gamer não para por aí. Além dos próprios jogos, das competições e das transmissões, ainda há o segmento dos equipamentos adequados para os jogos, que são extremamente procurados no Brasil. O monitor gamer, fundamental para que os jogadores não tenham problemas de visão e consigam jogar com melhor qualidade de imagem , foi cerca de 200% mais pesquisado na internet brasileira em 2020 do que em 2019. Além do monitor, outros produtos apresentaram crescimento nas vendas, como as cadeiras gamers, os teclados, os mouses e os fones de ouvido.

Todos estes números fazem com que muitos jovens e adolescentes tenham como sonho a carreira de gamer profissional, ocupação que está cada dia mais consolidada com a ramificação das competições pelo país. Ao contrário de antigamente, em que o investimento para iniciar a jornada era altíssimo, hoje em dia já existem jogos competitivos que rodam até nos celulares e que, inclusive, são os que mais fazem sucesso por conta da facilidade de acesso.

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password