Justiça converte prisão de empresário de pirâmide em preventiva

O Ministério Público denunciou e Justiça Estadual de Santa Fé do Sul recebeu a denúncia e converteu a prisão temporária em preventiva do Diretor Geral e da Diretora Financeira do grupo investigado por Pirâmide Financeira na região.

A ex-esposa e ex-sócia do empresário criador da Pirâmide ficará em liberdade cumprindo medidas cautelares determinadas pela justiça.

O empresário, líder do grupo investigado, permanece preso cumprindo prisão preventiva (por tempo indeterminado).

Até o momento, as estimativas dos bens e valores identificados e bloqueados nas investigações em relação às dívidas contraídas nos empréstimos da pirâmide, em princípio, cobrem apenas uma pequena parcela do prejuízo milionário causado às vítimas, segundo a PF.

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password