Gastão Vidigal publica novo decreto e estende quarentena até 15 de junho

Cidade havia autorizado o funcionamento do comércio não essencial, mas voltou atrás por conta do aumento no número de casos de moradores infectados pelo Sars-Cov-2.

A Prefeitura de Gastão Vidigal/SP, município com 25 casos do novo coronavírus e quatro mortes causadas pela Covid-19, publicou novo decreto estendendo a quarentena até 15 de junho e autorizando somente o funcionamento de serviços essenciais.

A cidade, que possui apenas 4,8 mil habitantes, havia autorizado o funcionamento do comércio não essencial seguindo todas as regras de higiene estipuladas pelo estado de São Paulo, mas voltou atrás por conta do aumento no número de casos de moradores infectados pelo Sars-Cov-2.

“Isso nos obrigou a voltar ao primeiro decreto em que tivemos que fechar tudo”, diz o prefeito Carlos da Silva Breseghello.

De acordo com o novo decreto publicado na quarta-feira (3), as seguintes atividades estão suspensas:

  • Atendimento presencial no comércio não essencial, devendo os estabelecimentos permanecerem com as portas fechadas;
  • Em piscina, academias, no clube social e nos equipamentos esportivos públicos e privados;
  • Nos templos de qualquer culto ou doutrina, de forma presencial, permitindo-se apenas sua realização na forma online e as ações para sua filmagem;
  • Acesso às residências de forma generalizada por pessoas que não sejam profissionais da saúde;
  • Em salões de beleza, barbearias, esmaltarias e clínicas de estética;
  • Reuniões e eventos ou de quaisquer atividades que gerem aglomeração de pessoas, exceto aqueles de interesse público realizado pelo poder público.

O novo decreto também reafirma a obrigatoriedade do uso de máscaras faciais, suspende o consumo de produtos no local e no entorno de bares, espetarias, sorveterias, restaurantes, lanchonetes e outros estabelecimentos.

Trailers, lanchonetes, restaurantes e lojas de materiais de construção poderão atender através de delivery. Comércios essenciais estão proibidos de abrirem aos domingos e feriados, exceto farmácias e padarias.

Os serviços essenciais também precisam tomar diversas medidas de higiene como, por exemplo, a restrição de acesso com número determinado de clientes, a disponibilização e álcool em gel 70% na entrada do estabelecimento, aumento da frequência de higienização das superfícies, manutenção da ventilação e filas e orientação aos clientes.

Além das medidas e restrições, Gastão Vidigal também instalou uma barreira sanitária na entrada da cidade para fazer o controle de pessoas que entram no município.

FONTE: Informações | g1.globo.com

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password