Galã do Tinder pega 2 anos de prisão e pagará R$ 20 mil para vítima

O empresário Renan Augusto Gomes, 37 anos, conhecido como “galã do Tinder”, foi condenado nesta quarta-feira (29/11) a 2 anos e 4 meses de prisão em regime semiaberto por estelionato. Segundo o Ministério Público de São Paulo, ele também terá de indenizar a vítima em R$ 20 mil.

O empresário foi preso em setembro do ano passado depois de ser acusado por aplicar golpes em diversas mulheres. Nos aplicativos de namoro, Gomes usava o nome fictício de Augusto Keller e se envolvia, principalmente, com mulheres de classe média alta. Segundo investigação, uma das vítimas chegou a perder mais de R$ 500 mil.

Gomes está preso preventivamente e não poderá recorrer da decisão desta quarta em liberdade.

A denúncia apresentada pelo promotor Paulo Roberto Ferreira Fortes classificou Gomes como “estelionatário sentimental”. O empresário estabeleceu vínculo afetivo com a vítima e passou a pedir dinheiro para quitar dívidas. Foram R$ 17 mil, separados em três repasses de R$ 2.000, R$ 4.000 e R$ 11 mil.

Depois de ter o dinheiro em mãos, o golpista conhecido como “galã do Tinder” desapareceu sem dar satisfação à mulher que tinha se envolvido com ele. Metrópoles

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password

Você não pode copiar o conteúdo desta página