Empregos no varejo alimentar têm o melhor acumulado desde 2015

Subsetor ficou em segundo lugar no ranking de criação de empregos no mês de agosto.

Em agosto, o Estado de São Paulo criou 1239 vagas de emprego. O número mensal levantado pelo relatório da Associação Paulista de Supermercados (APAS), somado às contratações desde janeiro, representa o melhor resultado do varejo alimentar paulista desde 2015. O número é 3.501% maior se comparado ao mesmo período de 2018.

Em todo Brasil, a geração líquida de empregos em agosto foi de 121,3 mil – melhor resultado desde 2013 para o mês. O comércio varejista brasileiro foi responsável por 21,1 mil novos postos de trabalho – segundo lugar entre os 25 subsetores da economia brasileira. O número de 2019 é 33,6% maior que o ano passado, quando foram criados 14 mil em agosto.

Após meses de recordes, os supermercados e hipermercados tiveram crescimento tímido de empregos. O líder de criação de novas vagas foi o formato de minimercados e mercearias com 575 postos.

“Os resultados demonstram que a economia está se recuperando e refletindo em maior consumo nos supermercados O dado aponta que a projeção anterior da APAS, de nove mil empregos até o final do ano, deve ser alcançada ou até mesmo superada”, analisa o economista da APAS, Thiago Berka.

Entre as cidades, São Paulo voltou a ficar na liderança, com 532 postos contratados. Destaque para Campinas, que apresenta uma expectativa positiva de melhora para os próximos meses.

Fonte: CAGED / APAS – Considera Mini, Super, Hiper, Atacado/Atacarejo e Hortifrutis/Sacolão.

Fonte: CAGED / APAS – Considera Mini, Super, Hiper, Atacado/Atacarejo e Hortifrutis/Sacolão.

Fonte: CAGED / APAS – Considera Mini, Super, Hiper, Atacado/Atacarejo e Hortifrutis/Sacolão.

Fonte: CAGED / APAS – Considera Mini, Super, Hiper, Atacado/Atacarejo e Hortifrutis/Sacolão.

Fonte: CAGED / APAS – Considera Mini, Super, Hiper, Atacado/Atacarejo e Hortifrutis/Sacolão.

Nota Metodológica: A Pesquisa de Emprego dos Supermercados apura mensalmente o comportamento do emprego no setor supermercadista através de dados do CAGED (Cadastro Geral De Empregados E Desempregados), do Ministério do Trabalho e Emprego. São coletados dados sobre a Admissão, Demissão, Saldo Mensal e Saldo Total de funcionários ligados a atividade supermercadista, e os indicadores apontam a evolução e o comportamento do setor ao longo do tempo.

Sobre a APAS – A Associação Paulista de Supermercados representa o setor supermercadista no Estado de São Paulo e busca integrar toda a cadeia de abastecimento. A entidade tem 1.500 associados, que somam aproximadamente 4.000 lojas.

0 Comentários

Deixe um Comentário

catorze + 18 =

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password