PANDEMIA: conhecido bar de rock/pop de Votuporanga, Morphine anuncia encerramento das atividades

A crise causada pela pandemia da COVID-19 atinge em cheio o setor econômico de Votuporanga. Nesta sexta-feira, mais um estabelecimento anunciou o encerramento de suas atividades na cidade.

O Morphine Street Bar – conhecido em Votuporanga e região pela qualidade no atendimento e, principalmente pelo ambiente agradável que oferecia aos seus clientes com o bom e velho Rock’n Roll anunciou em suas redes sociais o encerramento de suas atividades na cidade.

O proprietário, Ubirajara Gubolin, o conhecido Bira, usou as suas redes sociais para, infelizmente, comunicar aos seus clientes e amigos sobre o encerramento de suas atividades. “Agora é hora de recuar e sair de cena, mas com a sensação de dever cumprido, pela dedicação e identidade que a casa sempre procurou manter. Quando a exaustão física e mental chega ou ultrapassa o limite, o melhor a fazer é retirar-se ao invés de continuar se machucando”, comunicou Bira.

O Morphine funcionava em um local privilegiado da cidade, no prolongamento da avenida Pansani, próximo a avenida Vale do Sol, às margens da rodovia Euclides da Cunha. O bar oferecia um atendimento de qualidade e muita música boa, além, claro de gerar empregos e renda para o município.

LEIA O COMUNIDADO:

Salve galera!
Não tenho muito o que dizer nessa hora, talvez a palavra “Obrigado” seja suficiente.
É tanta gente pra agradecer, que não consiguirei lembrar de todos….família, equipes de trabalho, bandas e músicos, amigos e clientes, enfim…
Tentamos de todas as maneiras salvar a casa, com grande ajuda de vocês inclusive, mas no momento ficou impossível empreender na área da cultura e entreterimento.
Talvez em outro momento, o Morphine apareça trazendo o bom e velho Rock’n Roll em algum canto.

Agora é hora de recuar e sair de cena, mas com a sensação de dever cumprido, pela dedicação e identidade que a casa sempre procurou manter.
Quando a exaustão física e mental chega ou ultrapassa o limite, o melhor a fazer é retirar-se ao invés de continuar se machucando.

Torço pra que a cena não seja banalizada por quem fica, pois foi muito difícil acrescentar na cara musical popularesca da cidade, algo com mais personalidade e conteúdo.
Nós conseguimos e nossa história ninguém apaga…..ninguém!
Um grande abraço a todos que prestigiaram e respeitam o Morphine.
Cuidem-se!

Ubirajara Gubolin

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password