Elize Matsunaga estaria trabalhando como motorista de aplicativo

Elize Matsunaga, condenada por ter matado e esquartejado o marido Marcos Kitano Matsunaga, herdeiro do grupo Yoki Alimentos, estaria trabalhando como motorista de aplicativo no interior de São Paulo. A informação é do portal O Globo.

Segundo a reportagem, o perfil “mulheres assassinas” publicou um post com imagens de Elize em uma plataforma. Ela aparece com o nome de solteira.

Elize, hoje com 42 anos, cumpriu 10 anos de pena e está em liberdade condicional desde maio do ano passado. Ela está em ressocialização.

O advogado criminalista e professor, Luciano Santoro, que representa Elize, não comentou o assunto.

Nas redes sociais, a notícia dividiu opiniões: algumas pessoas não concordam, outras incentivam a ressocialização. Outros seguidores trataram o assunto com piadas.

SBT Interior

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password

Você não pode copiar o conteúdo desta página