Corregedoria decide expulsar policiais militares suspeitos de estuprar jovem dentro de viatura em SP

Jovem estava perdida e policiais ofereceram carona até um terminal de ônibus em Praia Grande/SP. Ministério Público Militar denunciou policiais por estupro; eles estão presos, sem prazo determinado.  

A Corregedoria da Polícia Militar do Estado de São Paulo decidiu expulsar da corporação os dois policiais suspeitos de estuprar uma jovem de 19 anos em Praia Grande/SP, dentro de uma viatura. Ela pediu ajuda aos policiais porque estava perdida e eles ofereceram uma carona para levá-la até um terminal de ônibus, em 12 de abril. 

Ontem (10), o MPM (Ministério Público Militar) denunciou dos dois policiais acusados do estupro. Segundo o promotor Cláudio Melo Ferreira, que atua no Tribunal de Justiça Militar, um dos policiais foi denunciado por estupro e o outro, por coautoria do crime. O processo corre em segredo de Justiça. 

Câmeras de segurança registraram um dos policiais militares investigados por estuprar a jovem de 19 anos, entrando no banco de trás da viatura junto com a vítima. De acordo com a Ouvidoria da Polícia do Estado de São Paulo, em depoimento à Polícia Civil, os policiais haviam relatado que ambos teriam ido nos bancos da frente do veículo. 

No dia seguinte ao crime, ela fez a denúncia e os policiais foram ouvidos. No fim de junho, a Justiça determinou a prisão preventiva dos suspeitos, sem prazo determinado. 

0 Comentários

Deixe um Comentário

16 + oito =

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password