Comércio funcionará apenas quatro dias por semana em Rio Preto

Medida amplia horário de funcionamento para seis horas por dia, de quarta a sábado, mas o comércio deverá ficar fechado entre domingo e terça-feira:

A Prefeitura de Rio Preto concordou com a contraproposta do Estado de São Paulo que amplia o horário do comércio na cidade. Às quartas, quintas, sextas e sábados, os estabelecimentos liberados para funcionar na faixa laranja poderão abrir por seis horas diárias. Em contrapartida, haverá o chamado “mini-lockdown” aos domingos, segundas e terças-feiras, quando apenas o comércio considerado essencial poderá abrir.

A medida ainda precisa ser formalizada por meio de decreto municipal para começar a valer. Segundo o prefeito Edinho Araújo, nos dias de funcionamento, o comércio abrirá das 10h às 16h; os serviços funcionarão das 9h às 15h; os shoppings, por sua vez, deverão abrir das 13h às 19h. “Se fizermos as contas, o comércio terá um número de horas maior do que o que tem atualmente”, disse o prefeito.

O governo estadual anunciou nesta sexta, 26, que a região de Rio Preto permanece na fase 2 (laranja) da quarentena pelo menos até o dia 14 de julho. A classificação permite o funcionamento de algumas atividades, com restrições, e mantém fechados salões de beleza, barbearias, bares e restaurantes, que só poderão reabrir para atendimento ao público quando a cidade atingir a fase amarela, e academias, que só serão permitidas a partir da fase 4 (verde).

Em live na tarde desta sexta-feira, o prefeito de Rio Preto, Edinho Araújo, disse que o novo epicentro da pandemia é o interior do Estado e afirmou que a cidade esteve “muito próxima” de cair para a fase vermelha da quarentena e que uma regressão ainda é possível. “Temos que continuar com cada um fazendo a sua parte, evitando aglomerações. O isolamento social ainda é um grande remédio para essa doença que ainda não tem vacina”, disse Edinho.

As regiões de Araçatuba, Presidente Prudente, Marília, Bauru, Sorocaba, Ribeirão Preto, Franca e Registro vão para a fase vermelha, que permite o funcionamento apenas das atividades consideradas essenciais. Já a região de Barretos, que inclui Olímpia e estava na fase vermelha, agora avança para a fase laranja. A capital e a região metropolitana avançam para a fase 3 (amarela).

diarioweb.com.br

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password