Catanduva tem quatro mortes por suspeita de dengue

Cidade já tem 440 casos confirmados da doença, enquanto outros 1.043 exames estão em investigação.

Quatro mortes estão em investigação por suspeita de dengue em Catanduva/SP. A cidade já tem 440 casos confirmados da doença, enquanto outros 1.043 exames estão em investigação Para combater o aumento do número de casos, a Prefeitura de Catanduva retomou o serviço de nebulização costal de combate ao Aedes aegypti.

O trabalho – também conhecido como fumacê – começou pelo Jardim Bela Vista, onde estão os casos positivos mais recentes de dengue. Antes de entrar nos imóveis com a nebulização do veneno, os agentes de endemias visitam casa a casa e avisam os moradores sobre os procedimentos que devem ser adotados para facilitar a ação do inseticida.

A recomendação é que sejam abertas portas e janelas, além de manter cobertos filtros de água, utensílios de cozinha e alimentos. As vasilhas de água de animais domésticos devem ser retiradas.

Nos últimos meses, a nebulização havia deixado de ser realizada no município devido ao desabastecimento do inseticida Malathion EW 44%, cuja distribuição é feita única e exclusivamente pelo Ministério da Saúde.

Uma remessa do produto foi liberada para Catanduva, via Estado – regional da Sucen em São José do Rio Preto/SP, nesta quarta-feira (29). A partir de agora, o repasse do insumo ocorrerá de forma gradativa, diante do cenário de alto risco de transmissão do doença na cidade.

Segundo a Secretaria da Saúde de Rio Preto, a Equipe Municipal de Combate ao Aedes aegypti intensificou as visitas casa a casa. Além disso, o grupo de trabalho contará com reforço de 20 novos agentes que serão contratados via processo seletivo, ainda em fase de inscrições.

FONTE: Informações | diariodaregiao.com.br

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password