CARNAVAL 2019 TEM REDUÇÃO DE HOMICÍDIOS E ROUBOS EM SP 

Operação das Polícias também elevou em 226,5% o número de detenções no feriado. 

A Operação Carnaval Mais Seguro, realizada pela Polícia Militar e Polícia Civil da meia-noite de sexta-feira (1º) até às 23h59 de terça (5), resultou em uma redução de 47,6% no número de homicídios dolosos, de 63 no feriado de 2018 para 33 este ano. O número de roubos em geral recuou 4,9% (de 3.152 para 2.996), o de veículos caiu 22,1% (752 contra 586) e as ocorrências contra bancos reduziram pela metade, com apenas um registro em todo o Estado.  

A queda no roubo de cargas foi de 19,4%. A ação das polícias também fez com que os furtos diminuíssem 0,9%, com 71 ocorrências a menos que em 2018. O furto de veículos também caiu, de 1.069 para 834, uma redução de 22% (235 casos a menos). Já os latrocínios caíram pela metade, de quatro para dois. Os estupros apresentaram queda de 12,2%, de 41 para 36. Houve uma ocorrência a mais que em 2018 de estupro de vulnerável.  

A operação Carnaval Mais Seguro contou com um aumento de efetivo de até 40%. O aumento no número de pessoas presas no Estado foi 197,7% maior que em 2018, com 1.039 presos a mais. Foram 93 adolescentes apreendidos, contra 20 no ano passado (alta de 365%). No mesmo período, a quantidade de recapturados subiu 331,9%, com 298 capturas. Foram abordadas 192.902 pessoas, ante 83.096 em 2018, ou seja, 132,1% a mais.  

O empenho das polícias ainda recuperou 251 carros a mais que o ano passado, chegando a 321. E o total de vistorias nos veículos neste ano chegou a 122.315, um aumento de 66,6%. O total de drogas apreendidas aumentou em 17,3%, chegando a 726,4 quilos. No ano passado o total ficou em 618,9 quilos. 

Estradas

O Comando de Policiamento Rodoviário vistoriou 32.123 veículos, resultando em 1.902 motoristas autuados por consumo de álcool ou por se recusarem a fazer o teste do bafômetro. Além disso, 116 veículos foram removidos aos pátios e sete armas de fogo e 326 munições apreendidas. Foram recolhidas 1.858 CNH (Carteiras Nacionais de Habilitação) e 1.596 CRLV (Certificados de Registro e Licenciamento de Veículos).  

Houve 6.606 autuações por falta do uso do cinto de segurança, 2.113 por ultrapassagens pela contramão e 36 autuações em motociclistas sem equipamentos de proteção. 

A ação, alinhada ao Movimento Paulista de Segurança no Trânsito e ao Programa de Redução de Acidentes de Trânsito e Segurança Viária 2011-2020 (ONU), intensificou o patrulhamento nos 22 mil quilômetros de rodovias paulistas, onde foram registrados 824 acidentes, com 21 vítimas fatais, 96 graves e 330 leves. 

*Informações da Polícia Militar de São Paulo 

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password