Briga por R$ 40 e pedras de crack motivaram assassinato

A Polícia Civil pediu a prisão preventiva do suspeito de ter matado o morador de rua Valdecir Carneiro, morto carbonizado no último domingo (10), dentro do prédio da antiga Santa Casa da cidade, que está abandonado.

De acordo com informações da Polícia Civil, o suspeito tem 38 anos e também é morador de rua. Ele confessou à polícia que após discutir com a vítima pelo sumiço de R$ 40 e algumas pedras de crack que estavam em seu bolso, o homem foi até um posto de combustíveis e gastou R$ 2 em etanol. Em seguida, ele discutiu novamente com Valdecir, jogou o produto no corpo dele e ateou fogo.

O Corpo de Bombeiros chegou a atender a ocorrência de incêndio, mas a vítima já estava morta.

O morador de rua vai passar por exames e vai ficar à disposição da Justiça.

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password