Boate Kiss: Após anulação das condenações, novo julgamento é marcado

Após anulação das condenações no início de setembro, o Tribunal do Júri de Porto Alegre marcou, nesta quinta-feira (21), novo julgamento do caso da Boate Kiss para o dia 26 de fevereiro de 2024. Na data, serão julgados os quatro acusados pelo incêndio, que ocorreu em 2013, na cidade de Santa Maria, no Rio Grande do Sul.

A tragédia, que completou dez anos este ano, deixou 242 mortos e mais de 600 feridos. O primeiro julgamento só aconteceu em dezembro de 2021, com duração de 10 dias e terminando com a condenação dos quatro réus.

No dia 5 de setembro, o Superior Tribunal de Justiça (STJ) havia mantido a anulação das condenações dos dois sócios da boate, Elissandro Callegaro Spohr (22 anos e seis meses de prisão) e Mauro Londero Hoffmann (19 anos e seis meses de prisão), além do vocalista da banda “Gurizada Fandangueira”, Marcelo de Jesus dos Santos (18 anos de prisão), e o produtor musical Luciano Bonilha (18 anos de prisão).

Na ocasião, a maioria dos ministros entendeu que houve ilegalidades processuais durante a sessão do júri.

Com a decisão de hoje, permanecem anuladas as condenações até o novo julgamento. TV Cultura

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password

Você não pode copiar o conteúdo desta página