Adeus ao Gol e ao Uno encerra o ciclo dos ‘carros populares’

Os ícones Fiat Uno e Volkswagen Gol vão deixar de ser produzidos

Após quatro décadas de mercado, dois dos automóveis mais vendidos no País, responsáveis pela introdução de novas tecnologias e com legiões de fãs, vão deixar de ser produzidos. Os ícones Fiat Uno e Volkswagen Gol são os últimos “carros populares”, segmento que já respondeu por 70% das vendas no País.

Hoje classificados como “carros de entrada”, que são os mais baratos de cada marca, já não têm preços tão atrativos. Tecnologicamente defasados, não têm condições de receber melhorias em segurança e eficiência energética.

No próximo ano, a legislação estabelece índice menor de emissões para os novos carros. Em 2024, todos terão de ter controle de estabilidade, importante item de segurança.

Por igual razão a Volkswagen aposentou a Kombi em 2013, aos 56 anos. O Gol, hoje com 41 anos, ainda é o mais vendido da marca (empatado com o T-Cross), mas não tem a mesma representatividade que tinha nos 27 anos em que foi líder de mercado, de 1987 a 2014.

Agência Estado

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password