Veterinária mostra maneiras de aliviar o calor dos pets

O verão ainda nem chegou, mas as altas temperaturas já castigam os moradores no interior de São Paulo. Por isso é preciso ter cuidado especial com os pets.

O verão ainda nem chegou mas as altas temperaturas já castigam os moradores do interior de São Paulo. Dias em que os termômetros ultrapassam os 36°C tranquilamente. E não é só os seres humanos que sofrem com o calor, os animais também.

A médica veterinária Gabrielle Mayuri, de São José do Rio Preto/SP, dá dicas para evitar que os pets, principalmente os cães, sofram com o calorão. Uma das dicas vai na cama deles e é bem fácil fazer. “Com uma luva cirúrgica, você a enche com água e colocar no congelador. Quando congelar, você deixa na cama do animal, tampa com o cobertor para não mexer e ele vai ficar um pouco mais fresco”, afirma a veterinária.

Outra dica importante é na hora de passear com o animal. Prefira os horários com o calor mais ameno, como antes das 10h e depois das 16h. “No passeio com o animal, se você colocou seu pé no chão, está quente, não conseguiu ficar também vai queimar a pata do animal. Por isso é importante escolher bem o horário e preferir locais com grama”, afirma.

A empresária Valdilene Almeida de Oliveira tem um cãozinho, o Bil, que vem sofrendo bastante com esse calor. Por isso, a Valdilene está sempre de olho na água e na alimentação dele. “Procuro colocar brócolis e cenoura geladas junto a comida e água gelada com gelo também, porque o calor está demais e tem de estar bem fresquinhos”, diz.

Além do Bil, a Valdilene tem mais cinco shitzus peludos. Ela tem deixado o ventilador ligado o dia todo e eles gostam. “Quando estou em casa o ar-condicionado fica ligado direto, quando saiu fecho tudo e deixo o ventilador ligado climatizando onde eles estão”, afirma.

0 Comentários

Deixe um Comentário

2 × 3 =

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password