Tite convoca a seleção brasileira e volta a chamar Vini Jr, Arthur e Militão

Técnico divulga lista para duelos contra Venezuela e Uruguai, pelas Eliminatórias, nos dias 13 e 17 de novembro, os últimos compromissos de 2020. Gabriel Jesus retorna após corte por lesão.

O técnico Tite divulgou, na manhã desta sexta-feira, a convocação da seleção brasileira para os dois últimos jogos de 2020. E a lista teve como principais “novidades” o retorno de três atletas já chamados pelo técnico anteriormente: o zagueiro Militão, o meia Arthur e o atacante Vini Junior. Eles farão parte do grupo que enfrentará a Venezuela, dia 13 de novembro, no Morumbi, e o Uruguai, no dia 17, no Centenário, em Montevidéu, pelas Eliminatórias da Copa do Mundo de 2022.

Confira a lista:

  • Goleiros: Alisson (Liverpool), Ederson (Manchester City) e Weverton (Palmeiras);
  • Laterais: Danilo (Juventus), Gabriel Menino (Palmeiras), Alex Telles (Manchester United) e Renan Lodi (Atlético de Madrid);
  • Zagueiros: Éder Militão (Real Madrid), Marquinhos (PSG), Rodrigo Caio (Flamengo) e Thiago Silva (Chelsea);
  • Meio-campistas: Casemiro (Real Madrid), Douglas Luiz (Aston Villa), Arthur (Juventus), Everton Ribeiro (Flamengo), Fabinho (Liverpool) e Philippe Coutinho (Barcelona);
  • Atacantes: Everton Cebolinha (Benfica), Roberto Firmino (Liverpool), Gabriel Jesus (Manchester City), Neymar (PSG), Richarlison (Everton) e Vini Junior (Real Madrid).

Militão volta a ser convocado em um momento em que ganhou oportunidade de ser titular no Real Madrid, diante de uma lesão do capitão Sergio Ramos. Para sua entrada, o zagueiro Felipe, do Atlético de Madrid, não foi chamado. Rodrigo Caio, do Flamengo, foi mantido entre os defensores chamados por Tite.

Arthur, por sua vez, ganha o lugar de Bruno Guimarães na convocação, enquanto o atacante Vini Junior volta a ser chamado, ocupando a vaga de Rodrygo, companheiro de Real Madrid. Cortado da última lista por uma lesão, o atacante Gabriel Jesus também está de volta – o que deixou Matheus Cunha fora da relação.

Os únicos times brasileiros a ter jogadores convocados foram Flamengo e Palmeiras, que serão desfalcados na 21ª rodada do Brasileirão e, possivelmente, em uma partida de ida das quartas de final da Copa do Brasil – os duelos de volta estão previstos para o dia 18, um depois da partida contra o Uruguai.

O coordenador de seleções, Juninho Paulista, exaltou o fato de não haver casos positivos da Covid-19 na última Data Fifa e agradeceu à delegação por cumprir o protocolo. E confirmou que o duelo entre Brasil e Argentina, em março, será realizado na Arena Pernambuco, no Recife.

Após largar com vitórias diante de Bolívia e Peru, a seleção brasileira é líder das Eliminatórias com seis pontos, superando a Argentina nos critérios de gols marcados e saldo de gols. O time de Tite enfrentará a Venezuela, no dia 14, em São Paulo, e o Uruguai, três dias depois, em Montevidéu.

FONTE: Informações | globoesporte.globo

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password