SP tem redução de homicídios, latrocínios e roubos em geral em 2019

Furtos de veículos e extorsões mediante sequestro também diminuíram; trabalho das polícias no Estado resultou em 195.773 prisões.

O Estado de São Paulo terminou o ano de 2019 com reduções nos indicadores de casos e vítimas de homicídios e latrocínios, além de queda em todas as modalidades de roubos. Os índices de furtos de veículos e extorsões mediante sequestro também caíram.

Os casos de homicídios dolosos recuaram 5,8% no ano, passando de 2.949 para 2.778 registros. No indicador de vítimas a queda foi de 6,4%, com 2.906 casos em 2019. São os menores totais das séries históricas, iniciadas em 2001.

Com os resultados, as taxas anuais reduziram para 6,27 ocorrências e 6,56 vítimas de mortes intencionais para cada grupo de 100 mil habitantes. Os índices são os menores da série histórica.

As ocorrências de latrocínios recuaram 28,9%. Foram 192 ocorrências no ano passado, contra 270 em 2018. No indicador de vítimas de roubos seguidos de morte a queda foi de 28,4%, já que o total passou de 278 para 199. É a primeira vez que o indicador fica abaixo de 200.

No mesmo período, o Estado teve aumento de 3,6% nos casos de estupros, que tiveram 12.374 registros em 2019. Já as extorsões mediante sequestro caíram de 21 para 11, ou seja, 10 casos a menos.

Roubos e furtos

O Estado apresentou redução em todas as modalidades de roubos. Os roubos em geral recuaram 2,9%, com 7.714 casos a menos – passou de 263.115 para 255.401. Os roubos a banco diminuíram em mais da metade – de 54 para 21 no período. É o menor total da análise histórica.Nos roubos de veículo a redução foi ainda maior. Com 46.517 ocorrências no ano passado, ante 58.970 no ano de 2018, a queda foi de 21,1% ou de 12.543 em números absolutos. A quantidade é a menor da série histórica.

Nos últimos 12 meses os roubos de carga também diminuíram. Com redução de 16,2%, o total passou de 8.738 no ano de 2018 para 7.325 em 2019.

A tendência de queda se estendeu para furtos de veículos, que caíram 8,8%. Foram 99.346 casos em 2018 e 90.652 em 2019. A soma é a menor da série histórica.

Os furtos em geral, em contrapartida, subiram 3,4% no período. O total passou de 504.896 para 522.163 nas comparações dos anos de 2018 e 2019.

Produtividade

O trabalho das polícias paulistas no Estado, no ano passado, resultou em 195.773 prisões. O número, que representa um aumento de 3,19%, é recorde na série histórica. É a primeira vez que o indicador fica acima de 191 mil.

No mesmo período, houve apreensão de 12.815 armas de fogos ilegais. Também foram registrados 47.483 flagrantes por tráfico de drogas.

FONTE: Informações | Portal do Governo de SP

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password