Sobe número de mortes por ataque no Canadá, o pior da história do país

Assassino disfarçado de policial disparou contra moradores de comunidades rurais do leste do Canadá em ação que durou 13 horas. Ele só parou quando foi morto por policiais.

A polícia do Canadá informou nesta terça-feira (21) que o total de mortos por causa do ataque a província da Nova Escócia subiu para 23, número que inclui o assassino. Com a atualização, o assassinato em massa ocorrido no domingo foi o pior da história do país.

Ainda na noite de sábado, um homem de 51 anos disfarçado de policial começou a disparar a esmo em pequenas comunidades rurais da província, localizada na costa leste do Canadá.

A ofensiva durou 13 horas, e o assassino foi morto após percorrer 100 quilômetros. Uma policial também morreu. O motivo do assassinato em massa ainda não está claro.

Além dos tiros, diversas construções e carros na região foram incendiados. Algumas vítimas foram encontradas nas casas destruídas pelo fogo.

O aumento no número de vítimas era esperado porque, segundo a polícia canadense, ainda durante a perseguição os policiais encontraram corpos nas estruturas destruídas pelo assassino.

Pior ataque da história

No dia do crime, o premiê da Nova Escócia, Stephen McNeil, lamentou o incidente. “Não imaginei quando fui dormir ontem à noite que acordaria com uma notícia horrível de que um atirador estava à solta”, disse.

“Esse é um dos atos de violência mais insensíveis da nossa história”, acrescentou McNeil.

Até então, o pior ataque do tipo tinha ocorrido em 1989, quando um assassino matou 15 mulheres em Montreal.

FONTE: Informações | g1.globo.com

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password