Sem estádio, Fernandópolis Futebol Clube não competirá profissionalmente nesta temporada 

A Prefeitura de Fernandópolis/SP não renovou a concessão do Estádio Municipal Cláudio Rodante ao clube, que tinha até ontem (28), para apresentar a documentação FPF. 

Fefecê – Fernandópolis Futebol Clube – não terá time profissional em 2020. A Prefeitura de Fernandópolis/SP não renovou a concessão do Estádio Municipal Claudio Rodante ao clube, que tinha até ontem (28), para apresentar a documentação FPF (Federação Paulista de Futebol).  

A decisão foi anunciada em uma reunião realizada no gabinete do prefeito André Pessuto (DEM) com alguns membros da diretoria. 

O Cláudio Rodante foi retomado pela Prefeitura no final do ano passado. O termo de rescisão de permissão de uso ao Fefecê foi publicado no Diário Eletrônico do Município no dia 8 de novembro.  

A medida foi adotada em razão de uma série de irregularidades entre elas, o fato de o Estádio estar com a conta de energia em atraso há pelo menos cinco meses, acumulando uma dívida estimada em R$ 18 mil. 

Em julho passado, a prefeitura através do decreto 8.366 outorgou a permissão de uso do Estádio por 10 anos, cabendo ao clube assumir todas as despesas e manutenção do próprio municipal.  

O termo foi assinado pelo então presidente do clube Oclécio de Almeida Dutra que, dois meses depois, acabou preso junto com o vice-presidente Ricardo Saravali, na Operação Vagatomia da Polícia Federal por envolvimento em um escândalo de fraudes na Universidade Brasil. 

Em justificativa aos diretores do clube, Pessuto teria dito que não poderia renovar a concessão sob pena de responder judicialmente por improbidade administrativa. 

FONTE: Informações | Cidadão Net

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password