Prefeitura terá que pagar cerca de R$10 milhões referente a ações trabalhistas promovidas a partir de 1994

Recursos para pagamento de precatórios sairão dos cofres públicos, o que gerará alteração em projetos e investimentos previstos para 2022

A Prefeitura de Votuporanga foi notificada nesta quinta-feira (16/7) que terá que realizar o pagamento de precatórios no valor atualizado de cerca de R$10 milhões a um grupo de servidores que moveu uma ação contra o Município, por não ter recebido reajuste salarial em 1994. O período foi marcado pela mudança do sistema URV (Unidade Real de Valor) para o plano Real.

Para pagamento do precatório, o prefeito Jorge Seba já determinou a equipe da Secretaria Municipal da Fazenda que inclua o valor no orçamento de 2022, respeitando o prazo final que é 31/12/2022.

“Esse recurso terá que sair dos cofres públicos, obrigando nossas equipes a reorganizar os investimentos que estavam previstos para o próximo ano. Neste momento, os nossos esforços estão voltados para a crise sanitária promovida pela Covid-19. Só em saúde investimos mais de R$48 milhões no primeiro semestre deste ano”, destacou Seba.

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password