Policiais militares salvam recém-nascido engasgado com leite em Rio Preto 

A viatura do sargento Sandro Roberto e cabo Firmo patrulhavam o bairro quando receberam o chamado do Centro de Operações da Polícia Militar informando da ocorrência, no imóvel da família, o pequeno João de apenas seis dias estava arroxeado e sem sinais vitais.

Neste sábado (5), dois policiais militares da 1ª Companhia da Polícia Militar de São José do Rio Preto/SP, salvaram a vida de um recém-nascido de seis dias – o pequeno João  que havia engasgado com leite no Jardim Antunes.  

A viatura do sargento Sandro Roberto e cabo Firmo patrulhavam o bairro quando receberam o chamado do Copom (Centro de Operações da Polícia Militar) que pela Rua Josefa Voltareli Sanfelice estava a mãe com o bebê engasgado, roxo e sem sinais vitais. 

A viatura foi direcionada para a casa da família de imediato. Segundo a nota encaminhada pelo tenente Carlos Ziroldo, ao chegar na residência os policiais encontraram a mãe com o filho nos braços já inconsciente. 

“Rapidamente está equipe já verificou a situação da criança e foi realizado manobra heimlich, que consiste em fazer movimentos de desobstrução das vias aéreas superiores por corpo estranho”, afirma o comunicado.  

A manobra, descrita pela primeira vez pelo médico estadunidense Henry Heimlich em 1974, induz a vítima a uma tosse artificial, pela qual é expelido o objeto da traqueia. “Após a manobra a criança veio a tossir e a chorar e também a salivar”, afirma o tenente. Mãe e bebê foram levados para UPA (Unidade de Pronto Atendimento) Norte para avaliação médica.  

O recém-nascido passou por exames, alguns procedimentos médicos e foi liberado. “Para voltar para casa em ótimo estado”, finaliza o comandante.   

0 Comentários

Deixe um Comentário

5 + 5 =

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password