Policiais da Delegacia de Entorpecentes de Votuporanga prendem o “Rei do Anabolizante” de São Paulo

Após mais de um ano de investigações do comércio ilegal de anabolizantes em Votuporanga, que se alastrou pelo Estado de São Paulo e desdobrou para o país todo, Policiais Civis da DISE conseguiram identificar e prender o chefe do esquema criminoso, morador no bairro do Morumbi, em São Paulo.

A investigação teve início com a apreensão de uma caixa contendo ampolas de anabolizantes enviada por meio de transportadora. Na sequência, foram cumpridos mandados de busca e apreensão nas cidades de Votuporanga e Parisi, onde ocorreram consideráveis apreensões de anabolizantes, receituário médicos, aparelhos celulares e demais petrechos.

O trabalho pericial constatou que as substâncias apreendidas eram anabólicos, alguns falsos, outros verdadeiros, mas todos em desacordo comercializados ilícita e irregularmente, principalmente por quem não tem habilitação profissional para tanto, incidindo o artigo 273, $1°, do Código Penal.

Aprofundadas as investigações, foi possível identificar o núcleo central do esquema criminoso do comércio ilícito de anabolizantes, constatando que se tratava de uma organização criminosa centrada no Estado com logística que abastecia o Brasil inteiro.

Com isso, foram identificados os principais sujeitos atuantes na empreitada delituoso e expedidos os respectivos mandados de prisão preventiva.

A primeira prisão se deu na cidade de Votuporanga e as demais se deram na capital Paulista e pulverizaram para o Litoral, onde o homem conhecido como RATO, acabou tendo o endereço identificado pelos Policiais, uma vez que passava temporada das festividades de fim de ano na baixada santista, em um condomínio de luxo fechado.

Na posse do mandado de prisão preventiva, RATO foi avistado e acompanhado pela cidade de Ubatuba e depois pela rodovia que leva até a cidade de Caraguatatuba.

Foi em um breve acompanhamento que o veículo BMW, modelo X 6, avaliado em cerca de R$ 200.000,00 (duzentos mil reais), em que ele estava foi abordado pelos Policiais Civis na noite do dia de anteontem, por volta de 23h10min, quando retornava para São Paulo, cidade em que reside em um apartamento de luxo no bairro do Morumbi, e comanda a organização criminosa que montou sob forte esquema de controle e envio dos anabolizantes via Correios e transportadoras.

Devidamente abordado, RATO foi cientificado do mandado de prisão preventiva, algemado e conduzido até a Delegacia de Polícia Civil da cidade de Caraguatatuba, onde foram elaborados os procedimentos de Polícia Judiciária.

Há ainda uma mulher, que se encontra foragida, mas com mandado de prisão preventiva já expedido pelo Poder Judiciário. Ela era responsável pelo acompanhamento das mercadorias enviadas aos clientes através dos códigos de rastreio.

Estima-se que somente essa das funcionárias de RATO, enviava mais de 100 códigos de rastreio por dia, ou seja, só ela era responsável pelo envio diário de mais de 100 embalagens contendo anabolizantes, o que demonstra o grande volume de mercadoria vendida e a gigantesca movimentação financeira da organização criminosa.

Portanto, até o presente momento, a investigação conta com 2 presos, sendo 2 homens, um o chefe do esquema e o outro um dos de seus revendedores, além de uma mulher foragida com prisão preventiva decretada.

As investigações continuam para a identificação de novos personagens, tanto na cidade de Votuporanga e região, quanto na Capital, além da existência de novos crimes praticados pelos comerciantes e usuários adquirentes dos anabolizantes.

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password