Polícia multa em R$ 7,5 mil por armazenar peles de animais em Nova Granada

Policiais ambientais um rifle calibre 22 e dez peles de animais como sucuri, jacaré e veado catingueiro.

A Polícia Ambiental de São José do Rio Preto/SP aplicou nesta quinta-feira (16), uma multa R$ 7,5 mil contra o dono de uma selaria de Nova Granada/SP. Ele foi flagrado com dez peles de sucuri, jacaré e veado catingueiro, além de cinco partes de botas e bolsas fabricadas com couro de sucuri. O comerciante não tinha documentação legal com autorização para ter os produtos de origem animal.

Segundo o comandante da Polícia Ambiental, Emerson Mioranci, as equipes vistoriaram três endereços relacionados ao comerciante. Em um sítio, foi encontrado um rifle calibre 22 com carregador e uma munição intacta, além de um depósito ilegal de couro animal.

O responsável pelo sítio assumiu a posse da arma e disse que guardava os couros para o dono da selaria. Foi lavrado um auto de infração ambiental por guardar produtos da fauna nativa e o sitiante foi conduzido à delegacia, onde foi autuado pelo crime de posse ilegal da arma de fogo. Após assinar o boletim de ocorrência, ele foi liberado para responder ao crime em liberdade.

O dono da selaria também foi conduzido à delegacia, onde foi autuado por infração ambiental e multado em R$ 7,5 mil.

FONTE: Informações | diariodaregiao.com.br / Marco Antonio dos Santos

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password