Polícia Militar prende acusado de matar presidiário a tiros em Araçatuba 

Vítima de 32 anos estava na casa da família, quando foi atingida por seis disparos. Segundo a polícia, detento cumpria pena por homicídio; um suspeito foi preso. 

Na tarde de ontem (11), a Polícia Militar prendeu Orlando Flores D’Avila, de 30 anos, acusado de matar a tiros o presidiário Anderson Luís Lopes Leal, de 32 anos. O crime aconteceu no início da tarde deste domingo, na rua Valparaíso, local conhecido como “favelinha do Umuarama”. 

De acordo com informações, o acusado foi localizado no Porto Real 2 e levado ao plantão policial. A prisão foi feita por policiais militares, após diligências pela cidade. 

Durante depoimento à polícia, D’Avila disse que iria permanecer em silêncio. A arma usada no crime não foi encontrada. 

O crime 

Segundo a polícia, D’Avila conduzia uma motocicleta Honda/Biz, de cor azul quando efetuou seis disparos de uma pistola .380 contra o presidiário, que estava na casa de familiares por ter sido beneficiado com a “saidinha do Dia dos Pais”. 

A vítima cumpria pena por homicídio e estava de tornozeleira eletrônica. Leal chegou a ser socorrido por uma unidade do Resgate do Corpo de Bombeiros e levado em estado grave para a Santa Casa de Araçatuba, mas não resistiu. 

FONTE: Informações | Regional Press

0 Comentários

Deixe um Comentário

dezesseis − 16 =

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password