Polícia Ambiental prende caçador por posse de arma de fogo e por armazenar carne de animal silvestre em Pedranópolis 

Indivíduo foi multado em R$ 1.600,00 pelo armazenamento de carne de capivara, e pagou fiança arbitrada em R$ 1 mil pela posse de arma de fogo e munições, devendo responder em liberdade. 

Nesta segunda-feira (23), policiais militares ambientais de Votuporanga/SP, realizavam patrulhamento rural, em denominada “Operação Interior Mais Seguro”, quando em uma propriedade rural no município de Pedranópolis/SP, os policiais observaram a presença de vários cachorros amarrados, da raça “Americano” – amplamente utilizado na prática de caça à animais silvestres, e optaram pela averiguação. 

Ao indagarem o morador da fazenda, ele respondeu que possuía os cães, mas que não praticava caça. Questionado se possuía alguma arma de fogo em sua posse, ele informou que sim, uma espingarda calibre 20, da marca Boito, de dois canos, com 34 cartuchos, sendo 13 intactos e 21 deflagrados, dentre outros apetrechos; quando questionado sobre a documentação do armamento, foram informados de que não existia. 

No entanto, após breve entrevista, o morador afirmou que em seu freezer havia carne desossada e congelada de capivara, totalizando 3,2 quilos da carne do animal silvestre. 

Prontamente informado de que não poderia ter estes objetos em sua residência, o morador entregou-os a de Polícia Ambiental.  

Diante do exposto, o morador foi preso por porte ilegal de arma de fogo e munições, sendo apresentado na Delegacia de Polícia daquele município e multado em R$ 1.600,00 pelo armazenamento da carne silvestre. Em seguida, a autoridade policial estipulou fiança no valor de R$ 1 mil que foi quitada, sendo o indivíduo liberado e deverá responder os processos em liberdade. 

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password