Pirarucu de 110kg é fisgado no rio Marinheiro, em Cardoso 

No último semestre, diversos outros espécimes pesando entre 73kg e 100kg foram capturados nas mesmas águas. 

Nesta sexta-feira (10), o pescador Roberto do Carmo Jesus estava em plena atividade – quando fisgou um pirarucu, pesando 110kg e medindo cerca de 2m e 15cm nas águas do rio Marinheiro, em Cardoso/SP, onde capturou pelos menos outros três no último semestre.  

Todos os “gigantes” pesavam entre 73kg e 100kg. 

Pirarucu  

O pirarucu (nome científico: Arapaima gigas) é um dos maiores peixes de águas doces fluviais e lacustres do Brasil. Pode atingir três metros e seu peso pode ir até 200 kg. É um peixe que geralmente é encontrado na bacia Amazônica, mais especificamente nas áreas de várzea, onde as águas são mais calmas; contudo, considerada espécime invasora em outras regiões do país. 

No entanto, costuma viver em lagos e rios de águas claras e ligeiramente alcalinas com temperaturas que variam de 24 a 37 °C, não sendo encontrado em zona de fortes correntezas e águas ricas em sedimentos.   

É conhecido também como o bacalhau da Amazônia. Seu nome se originou de dois termos tupis: pirá, “peixe” e urucum, “vermelho”, devido à cor de sua cauda. 

0 Comentários

Deixe um Comentário

10 − quatro =

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password