PINATO UNE CONGRESSO NACIONAL PARA CELEBRAR PARCERIA ENTRE BRASIL E CHINA 

Vice-presidente da República, General Hamilton Mourão, foi homenageado pela Frente Parlamentar Brasil-China. 

A depender do Congresso Nacional a amizade entre o Brasil e a China está mais forte do que nunca. Na noite dessa quarta-feira (4), uma grande cerimônia foi realizada, no Clube do Exército, em Brasília para celebrar a parceria entre os dois países e contou com a presença da alta cúpula do governo e de lideranças do Parlamento. 

O evento foi promovido pela Frente Parlamentar Brasil-China, liderada pelo deputado federal Fausto Pinato (PP-SP), juntamente com as entidades sino-brasileiras, em homenagem ao vice-presidente da República, General Hamilton Mourão, por sua contribuição ao fortalecimento das relações entre os dois países. 

Segundo o deputado, a ideia era celebrar a união em torno do papel que a China ocupa hoje como parceira essencial para o desenvolvimento de áreas estratégicas do Brasil. “A nossa Frente tem atuado desde o início do governo para afastar qualquer desentendimento sobre essa relação. E esta noite é a prova de que os nossos esforços valeram a pena”, afirmou o deputado que também preside a Frente Parlamentar do BRICS e a Comissão de Agricultura. 

Hoje é um dia histórico em que unirmos forças para mostrar que os interesses do Brasil estão acima de qualquer ideologia, essa união é motivo de orgulho para todos nós”, completou o deputado em referência a presença de várias autoridades do governo que prestigiaram o evento como o filho do presidente, senador Flavio Bolsonaro, além dos ministros das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, a ministra da Agricultura, Tereza Cristina, a ministra da Mulher, Família e Direitos Humanos, Damares Alves, além do corpo diplomático estrangeiro sediado no Brasil. 

Mourão aproveitou a ocasião para falar de sua recente viagem à China, onde foi recebido pelo presidente e o vice, com quem esteve reunido para reativar a Comissão Sino-Brasileira de Alto Nível de Concertação e Cooperação (COSBAN), que não operava desde 2015. 

“Nos preparamos ao longo do mês de março e abril para esta tarefa onde consideramos que a nossa missão foi cumprida. Levamos ao governo chinês a mensagem do presidente Bolsonaro de que consideramos a China uma parceira estratégica e de que a Cosban voltaria a funcionar no mais alto nível de cooperação possível”, afirmou. 

Representando o Senado, o presidente da Casa, Davi Alcolumbre (DEM-AP), salientou que o evento era “uma forma de união no propósito de estreitar relações com a China que tem muito a contribuir para o desenvolvimento do Brasil”. 

Ao término da cerimônia as entidades chinesas entregaram ao vice-presidente uma carta de agradecimento por sua missão à China. 

0 Comentários

Deixe um Comentário

3 × cinco =

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password