Pequenos autores: crianças de escola infantil da Prefeitura confeccionam primeiro livro

Como nem todos os alunos ainda estão alfabetizados, as histórias dos livros foram contadas através de desenhos feitos pelas próprias crianças.

Foi com giz de cera colorido e muita imaginação que cerca de 140 alunos de três a cinco anos do Centro de Educação Municipal de Ensino Infantil (Cemei) da Prefeitura de Votuporanga “Prof.ª Maria Aparecida Barbosa Terruel”, localizado no bairro Santa Amélia, confeccionaram seus primeiros livros. As histórias dos livros foram contadas através de desenhos feitos pelas próprias crianças. E no dia 29 de novembro, a partir de uma noite de autógrafos promovida pela própria instituição, os livros puderam ser expostos e entregues para amigos e familiares em um evento realizado no Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de São Paulo (IFSP).
Os professores tiveram um papel essencial para o desenvolvimento das histórias desenhadas pelos alunos. O projeto começou a partir do segundo semestre e, ao longo dos meses, com auxílio dos professores, as crianças conseguiram passar para o papel toda a criatividade e desenvolver uma história coerente. “Trabalhamos em conjunto uma história dentro da sala de aula e incentivamos a criatividade individual de cada aluno para o desenvolvimento das ilustrações”, explicou a professora Taysa Naiara Delarica, que também é mãe do aluno Isaque Delarica Bravin, que participou do mesmo projeto.

A ação incentiva as crianças a se interessarem pela a leitura e também fortalece a criatividade. “A ideia de desenvolver imaginação das crianças é muito importante para o aprendizado delas”, reforçou a professora e mãe Taysa Delarica.

Foi a primeira vez que uma escola municipal de Educação Infantil de Votuporanga participou de um projeto literário envolvendo crianças ainda em fase de alfabetização contínua. Em outubro, alunos do 5º ano, com idades entre 9 e 10 anos, do CEM “Prof. Valdir Gonçalves de Lima”, também participaram de uma ação que teve o mesmo objetivo, incentivar o interesse dos alunos pelo mundo da leitura.

Segundo o Secretário da Educação, Marcelo Batista, ações como esta tem como principal objetivo “oportunizar processos de leitura e escrita ou desenhos desde a primeira infância, motivar e encantar alunos e professores do nosso sistema de ensino, tornando mais atrativo e produtivo o dia a dia de todos os envolvidos em projetos como este”.

0 Comentários

    Deixe um Comentário

    3 × 4 =

    Login

    Bem vindo! Faça login na sua conta

    Lembre de mim Perdeu sua senha?

    Lost Password