Operação Vagatomia: médica é presa com R$ 33 mil em Rio Preto 

Ela é casada com um outro médico que foi preso no início da Operação Vagatomia, da Polícia Federal, em São Paulo. 

Nesta sexta-feira (13), uma médica de 43 anos foi presa em um condomínio residencial, em São José do Rio Preto/SP.

De acordo com informações, ela é casada com um outro médico que foi preso no início da Operação Vagatomia, da Polícia Federal, em São Paulo. A operação investiga fraudes no FIES, ProuUni, revalida e venda de vagas para o curso de medicina, em Fernandópolis/SP.

Segundo a Polícia Federal, eles são donos de empresas investigadas que oferecem cursos de complementação a alunos de medicina formados no exterior.

Na casa da médica foram apreendidos R$ 33 mil em dinheiro, um aparelho celular e documentos, entre eles um recibo de depósito que demonstra movimentação de quantias elevadas em contas correntes em nome de terceiro.

Prisões  

Ontem (12), venceu o prazo das prisões temporárias de 11 presos que haviam sido prorrogadas por mais cinco dias. 10 dos detentos foram soltos. Apenas Aurélia Sousa Ferreira, de Rio Preto teve a prisão temporária convertida em preventiva, por causa disso, ela então vai continuar presa.

Todos os presos que foram colocados em liberdade vão continuar sendo investigados pela Polícia Federal e vão ter que cumprir uma série de medidas cautelares impostas pela Justiça. 

FONTE: Informações | SBT Interior 

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password

Você não pode copiar o conteúdo desta página