OMS alerta para ondas de calor nos países da América do Sul

Nos últimos 12 meses, 24 países do continente americano, entre eles o Brasil, foram afetados por ondas de calor.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) fez um alerta para que os países da América do Sul se prepararem para ondas de calor, com possíveis impactos na saúde da população local.

As ondas de calor na região, segundo a OMS, têm potencial para reduzir a disponibilidade de água, aumentar o risco de incêndios florestais e provocar perdas na agricultura. Há ainda a possibilidade de interrupção de energia elétrica, o que pode prejudicar vários serviços.

De acordo com a OMS, 24 países do continente americano, entre eles o Brasil, foram afetados por ondas de calor nos últimos 12 meses.

A Organização Pan-Americana da Saúde (Opas) divulgou um guia de contingência indicando que os países fortaleçam a vigilância para mortalidades associadas ao calor e melhorem qualidade dos serviços públicos.

As mortes provocas pelas ondas de calor ocorrem, sobretudo, pelo agravamento e doenças infecciosas ou crônicas – como cardiopulmonares, renais, endócrinas e psiquiátricas.

Para 2020, os meteorologistas consultados pelo G1 esperam um verão chuvoso em quase todas as regiões do Brasil. As temperaturas devem ficar dentro da média para a estação. Em 2019, a estação foi a 5ª mais quente da história em São Paulo.

FONTE: Informações | g1.globo.com 

0 Comentários

    Deixe um Comentário

    quatro − 2 =

    Login

    Bem vindo! Faça login na sua conta

    Lembre de mim Perdeu sua senha?

    Lost Password