No PR: Trote faz helicóptero do SAMU voar 85 km para atender suposta vítima de acidente

De acordo com o SAMU (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência), a operacionalização da aeronave custa R$ 15 mil por hora.

Um trote feito ao SAMU (Serviço de Atendimento Médico de Urgência) fez com que o helicóptero do serviço voasse 85 km sem necessidade. De acordo com a coordenação regional do SAMU, o custo de uma hora de operacionalização da aeronave é de R$ 15 mil.

O trote foi feito na tarde desta segunda-feira (27). De acordo com o SAMU, na ligação, a pessoa informava que tinha ocorrido um acidente de moto e que o motociclista estava em estado grave. O helicóptero voou de Maringá/PR até Paranacity/PR, de onde foi passado o trote.

O médico que conversava pelo telefone com o solicitante fez várias questionamentos e, conforme a coordenação regional, como a ambulância mais próxima da cidade estava em outro atendimento, o apoio aéreo foi acionado. Quando os socorristas chegaram ao local indicado, não existia nenhum acidente.

Um adolescente, de 13 anos, e uma criança, de 11 anos, foram apontados pelo SAMU como responsáveis pela ligação. Os dois garotos se arrependeram quando perceberam a mobilização e contaram para a mãe de um deles. Assim que ficou sabendo, a mulher ligou e avisou a polícia.

O médico socorrista que foi até a suposta ocorrência registrou um Boletim de Ocorrência.

FONTE: Informações | g1.globo.com

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password