No PR: Homem autista é espancado por professor de filosofia e um lutador

O espancamento foi gravado por vizinhos que, desesperados, não conseguiram intervir. Apesar de levar chutes e socos na cabeça, a vítima não sofreu traumas graves.

Homem autista e com esquizofrenia é brutalmente espancado por um lutador de muay thai e um professor de filosofia, em Curitiba/PR. As agressões aconteceram depois de a vítima ter se revoltado com os dois homens que o ridicularizaram por falar sozinho.

Imagens gravadas por vizinhos mostram Fernando Azevedo recebendo chutes e socos na região do abdômen e cabeça enquanto os agressores o questionam sobre “o que ele iria jogar agora”. De acordo com a própria vítima, o espancamento foi uma atitude desproporcional a reação dele a xingamentos proferidos pelo lutador Fábio Costa e pelo professor Gesse Miguel da Silva.

De acordo com a mãe de Fernando, ele nasceu com Transtorno do Espectro Autista (TEA) e apresenta comprometimento na interação social, mas é capaz de viver em sociedade e tem inclusive um trabalho como auxiliar de limpeza em uma universidade da região.

Além do grau de altismo leve, Fernando é esquizofrênico e no dia que sofreu as agressões, descia a rua em direção a sua casa enquanto conversava sozinho e falava alto. O auxilar de limpeza admite ter jogado um tijolo na garagem da casa onde os seus dois agressores estavam depois de ter se revoltado por eles terem o ridicularizado por estar falando sozinho.

A reação de Fernando gerou a reação violenta dos dois indivíduos, que intimidaram os outros moradores da pensão até encontrar o quarto onde o homem estava e arranca-lo a força até o pátio, local onde ele foi brutalmente agredido com socos e pontapés na cabeça e tórax.

FONTE: Informações | SBT

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password