Na Inglaterra: Bebê de 2 meses morre após ser sufocado de propósito pelos próprios pais 

Após julgamento, o pai foi condenado a oito anos de prisão e, a mãe a seis. Ao júri, foi revelado que o pai sufocou o filho após seu choro ter interrompido a relação sexual do casal. 

Um bebê de apenas dois meses foi sufocado pelos próprios pais e não resistiu. O pequeno Tyler Morgan, de Staffordshire, na Inglaterra, faleceu no dia 29 de abril de 2014 e o julgamento de seus pais foi concluído na última sexta-feira (21). 

Durante o julgamento, o júri concluiu com base nas informações apresentadas pelos investigadores, que o pequeno Tyler foi sufocado propositalmente pelo pai Luke Morgan, 26 anos. E a mãe Emma Cole, 22 anos, foi cúmplice no caso. 

No julgamento, foi revelado que o pai sufocou o filho após seu choro ter interrompido a relação sexual do casal. O juiz Michael Chambers ainda revelou que os pais demoraram uma hora para chamar ambulância após o pequeno ter sido sufocado. 

Ao chegar no hospital, Tyler não resistiu e faleceu. Durante exames realizados na criança, os médicos constataram que antes de ter sido sufocado, Tyler já tinha uma costela quebrada e marcas de mordida. Além disso, foi revelado que o pai costumava usar o filho como “bateria”, batendo no pequeno de apenas dois meses, o que provavelmente levou a algumas de suas lesões. 

Na conclusão do julgamento, o casal foi considerado culpado pela morte do filho. O pai foi condenado a oito anos e prisão e a mãe a seis anos. 

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password