Mulher morre em hospital no RS após ser baleada por não aceitar sair com homem 

Vítima estava na casa de uma amiga quando foi procurada pelo suspeito, na tarde de segunda-feira (6). Segundo a polícia, ao recusar o convite, o homem atirou na cabeça dela, e depois contra a própria cabeça. Ele também morreu. Arma era ilegal e tinha numeração raspada. 

Ontem (8), uma mulher de 22 anos morreu no hospital após ser baleada pelo namorado em Seberi, no Norte do Rio Grande do Sul, conforme a Polícia Civil. Maiara Dondoni estava na casa de uma amiga, na tarde de segunda (6), quando Sirineu Albânio, 36 anos, a procurou para sair, mas ela não aceitou. 

“Como ela não quis sair com ele, sacou a arma e atirou na cabeça dela. Depois, efetuou um disparo na própria cabeça”, diz a delegada que investiga o caso, Aline Palma. O homem também foi socorrido e morreu no hospital, na terça-feira (7). 

A amiga presenciou o crime e acionou a polícia. A investigação apurou que o casal estava junto havia quatro meses, mas ela não queria mais seguir com o namorado. Já o homem não aceitava terminar o relacionamento. 

De acordo com a delegada, não havia ocorrência na polícia envolvendo o casal. O homem não tinha antecedentes criminais. A arma que ele usou no crime foi apreendida. “A arma não tinha numeração aparente, e ele não tinha arma registrada no nome dele”, acrescenta Aline Palma. 

A delegada explica que vai concluir o inquérito policial e remeter ao Poder Judiciário, sem indiciamento, “pela extinção de punibilidade em razão da morte do autor.” 

A família de Maiara autorizou a doação de órgãos, que devem beneficiar cerca de seis pessoas. 

0 Comentários

    Deixe um Comentário

    Login

    Bem vindo! Faça login na sua conta

    Lembre de mimPerdeu sua senha?

    Lost Password