MPF denuncia Glenn Greenwald e mais seis por invasões de celulares 

Para o Ministério Público, Glenn auxiliou, incentivou e orientou o grupo de hackers durante o período das invasões de celulares.

O Ministério Público Federal denunciou sete pessoas no âmbito da operação Spoofing por crimes relacionados à invasão de celulares de autoridades brasileiras, procuradores da força-tarefa da operação Lava-Jato e do então juiz Federal Sérgio Moro.

São apontadas a prática de organização criminosa, lavagem de dinheiro, bem como as interceptações telefônicas feitas investigados. O jornalista Glenn Greenwald, do site The Intercept Brasil também foi denunciado. Para o MPF, ficou comprovado que ele auxiliou, incentivou e orientou o grupo durante o período das invasões. Apesar da denúncia, Glenn não era inicialmente investigado.

Além de Glenn, foram denunciados Walter Delgatti Netto, Thiago Eliezer Martins Santos, Luiz Henrique Molição, Gustavo Henrique Elias Santos, Danilo Marques e Suélen Oliveira.

FONTE: Informações | noticias.r7.com

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password